Pesquisar este blog

Seja bem vindo(a) ao Blog da Vanyr Carlla

A arte está em nós, devemos apenas deixá-la livre pra poder se expressar de alguma forma: escrevendo, pintando, desenhando, cantando, fotografando e até mesmo sonhando... ou seja, do jeito que tem que ser!















Loading...

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Energia das casas, das pessoas e dos lugares

Posto este assunto aqui no blog, justamente por ter mencionado sobre energias  que emano nas telas e nas palavras,  que em meu livro estarei emanando energia amorosa,  talvez entenda, pois logo que escrevi no blog eu li este assunto no blog da Maria Silva... fique à vontade:


Energia das casas, das pessoas e dos lugares



Você já reparou como o ambiente a sua volta pode alterar o seu humor?
            Pois é, tudo tem uma energia que mexe com a gente.
Nós também somos energia, então naturalmente as pessoas também influenciam o ambiente ao seu redor. Podemos limpar um ambiente com as nossas praticas de meditação, oração e mantras, assim como podemos também nos macular por um ambiente carregado.

            Como vocês sabem acabo de voltar dos EUA de uma linda viagem de férias. De fato foi lindo, mas a questão energética em alguns momentos pegou fundo. 
Quando chegamos a Las Vegas foi nítida a mudança vibratória, porém como estávamos focados na visita ao Grand Canyon, não nos focamos nesse peso. E é ai que o orai e vigiai nos protege. Claro que era pesado ficar num hotel que também era um cassino, lugar de jogo, ilusões, apelos materiais. Em especial as noites foram bem pesadas, com sonhos ruins, carregados de emoções perturbadoras. Porém tanto eu, como meus companheiros, meu marido, meu irmão e cunhada estávamos bem conscientes que aquela vibração estava no ar, que aquilo não nos pertencia e que não deveríamos nos deixar contaminar. E Não deixamos o peso estragar o passeio.
            Agora se você me perguntar se voltaria para aquela cidade algum dia, penso que não. O Grand Canyon é maravilhoso, mas o preço a ser pago não é pequeno.
Percebo que se abrimos a mediunidade para este tipo de percepção conseguimos nos proteger dos ambientes. É claro que de alguma forma somos contaminados. Não dá para pisar na lama e não se sujar, mas também dá para limpar. O problema acontece quando nós estamos confusos, oprimidos por coisas mal resolvidas dentro de nós, pois ai se o ambiente externo for pesado a energia se acopla, se mistura com a nossa.
            Há muitos anos atrás aprendi que semelhante atrai semelhante. Na verdade não gostei nem um pouco quando descobri essa máxima, pois estava num momento bem confuso e triste, e é claro que o mundo a minha volta precisava de muita reforma para ficar bom. E como aceitar que tudo aquilo complicado e triste estava partindo também da minha vibração?
            Pois é amigo leitor. Acho que era mais fácil me achar vitima das coisas do que assumir um papel empreendedor de uma mudança que nem sempre acontece no tempo que desejamos, ou da forma que queremos.
Tudo tem um ritmo, uma razão de ser. Assim logo depois aprendi uma outra máxima, a de que temos que ter paciência e perseverança num caminho de auto transformação. As vezes é difícil mesmo. Tem épocas que fazemos muito esforço e nada aparece. E nesse momento o que mais fazer?
            Desistir?
            Nem pensar... Nessas horas é que somos realmente testados no compromisso, no amor, pois tudo passa, pode até demorar mais tudo passa. Posso afirmar que a diferença está em nós. 
Converse com o universo e veja o resultado. Pergunte o que você deve fazer? Como viver diferente? E ao mesmo tempo que persevera no seu caminho, deixe a mente aberta, o coração aberto, e se for necessário temporariamente aceite a derrota. Porque pode ser que esteja reservado para você um outro caminho, uma outra forma de viver onde você não poderá impor as regras. Se você resistir ao mal ele tomará conta de você. Sua energia ficará confusa e você pode até adoecer, e com isso afastará as pessoas e as soluções.

            Cuide de você mesmo, cuide de se manter humilde para poder abrir seus canais. Somente conseguimos ouvir a voz de Deus quando aquietamos a mente, e acalmamos o ego.


Assunto escrito por Maria Silvia e retirados do Blog:  http://mariasilviaporlovas.blogspot.com/
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário