Pesquisar este blog

Seja bem vindo(a) ao Blog da Vanyr Carlla

A arte está em nós, devemos apenas deixá-la livre pra poder se expressar de alguma forma: escrevendo, pintando, desenhando, cantando, fotografando e até mesmo sonhando... ou seja, do jeito que tem que ser!















Loading...

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Noturno


Noturno

O silêncio do teu caminhar
Me fez divagar sobre a noite.
O luar que hora ilumina a
escuridão
Devasta o noturno do teu
olhar.
Uma imensidão que me faz
sonhar!

Deixa eu entrar em teus
sonhos
Amar o teu amor, deixa.
Sentir na boca o mais íntimo sabor
teu, o suor!
Mais puro e límpido que brota
Da tua pele clara e quente de
amor!

Que na escuridão que se
encontra
Eu clareie teu corpo com o
fogo do meu
Que eu ilumine tua alma, com
a luz da minha
Deixa, eu ser a luz a te
iluminar!
O fogo a te aquecer, na noite
fria e escura de um inverno.

Envolver-te como nunca já
feito
Amar você, como ninguém o amou
Alimentar de você, alimentar
você.
Ser teu amor, ser a tua paz,
a rosa vermelha da paixão!
Tudo o que ninguém jamais
ousou ser!

Estar plena de nós dois
Encher você do melhor que há
Amor, amar, luar, noturno
Noturno, a promessa de que a
luz está a chegar
Ser o sol a te iluminar
sempre que precisar!
Imagens: A Lua e O Sol - Mistas sobre Tela


Pág 36, do livro "Sentindo Leveza - A  Pureza nos Poemas", by Vanyr Carlla

Nenhum comentário:

Postar um comentário