Pesquisar este blog

Seja bem vindo(a) ao Blog da Vanyr Carlla

A arte está em nós, devemos apenas deixá-la livre pra poder se expressar de alguma forma: escrevendo, pintando, desenhando, cantando, fotografando e até mesmo sonhando... ou seja, do jeito que tem que ser!















Loading...

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Recebi o Título de Comendadora da ALG, você sabe o que é uma Comenda?

Comenda é uma condecoração concedida a pessoas que se destacam em suas áreas de atuação, desde artistas, políticos a empresários. As comendas surgiram na época das cruzadas e os cavalheiros que se destacavam recebiam a comenda, era uma forma de dar nobreza a quem não havia herdado pelo nepotismo(titulo passado por grau de parentesco) um titulo de nobreza, tanto que até hoje as medalhas de comendas possuem a forma de um crucifixo ou a imagem dos mesmos representada.

    Em 12/11/11 no Augustus Plaza Inn, em Goiânia-Goiás


 Os novos Comendadores da ALG - Academia de Letras de Goiás
 O Juramento de ComendadorPrometo respeitar  e fazer respeitar  os  Estatutos e as decisões desta Academia,  estar presente em suas solenidades,  colaborar nas suas atividades culturais e pugnar pelo engrandecimento da delegação. Prometo cultivar o sentimento de fraternidade e lealdade para com os meus pares, e usar de forma respeitosa o nome desta entidade". 
 Com o Tílulo de Comendadora em mãos, frente ao banner do meu livro, mais um lançamento nesta data
  Eu e Silveira Alves no jantar de posse



Nesta data entraram para o quadro acadêmico da ALG:




 Comendador  J.C Bridon 

Comendador Josenice Mendonça Alcoforado 

Comendadora Valéria Victorino Valle 

Comendadora Vanyr Carlla 

Comendadora Neri França Fornari Bocchese 

Tomaram posse como acadêmicos honorários :

Barão Portal Veiga (Chanceller da AFBA entre outros) 

Dyandreia Valverde Portugal (Comendadora do Cicesp entre outros)

 Eliezer Tuiro (Presidente da academia de letras e artes do Distrito Federal)


    Entendendo pela história: o rei ou monarca presenteava os herois, conselheiros, soldados e todos os que, através de sua coragem, honra ou outra virtude qualquer, contribuiam para o bem dos que viviam sobre as terras, através de uma ação ou conjunto de ações e comportamentos positivos. Eram-lhes oferecidos uma “comenda”, tratava-se de uma porção de terras, onde o então comendador poderia viver tranquilamente com sua família e usufruir como bem lhe conviesse, deveria defender dos invasores, mesmo que isso lhe custasse a vida. Além disso, era também comunicado a todo o mundo, através de festividades, eventos e todas as formas de tornar público, que aquela pessoa era “protegida” do rei e que todos deveriam reverenciá-la e lhe serem gratas pelos seus feitos. Essa pessoa, o comendador ou comendadora, passava então, a ser uma pessoa “especial” dentro da comunidade e seus pedidos nunca lhe eram negados. Outro fato interessante, é que todos os comendadores faziam um juramento, que os obrigavam entre sí, a tratarem-se com especial deferência e apoiarem um aos outros em seus empreendimentos pessoais e comerciais e de qualquer outra natureza, como verdadeiros irmãos, unidos pelo reconhecimento real do alto grau de sua honra e nobreza, como acontece até hoje em algumas irmandades como a Maçonaria.
     O tempo passou e o título de comendador deixou de referir-se ao "queridinho do rei" que ganharia terras. Entretanto, até hoje, a essência deste reconhecimento ainda perdura. Pelos seus próprios fundamentos a venda de comendas é fato inadimissível, e as instituições só devem fazer indicações de pessoas realmente merecedoras de tal homenagem, ostentar falso título em troca de simplesmente aparecer, é oportunismo descabido e as instituições que o fazem sem um fundamento plausível, ou sem conhecer a quem estão comendando, devem estar cientes da seriedade de apresentar um comendador, ou tanto um como outro, estão na contra-mão do verdadeiro significado da COMENDA. Todas as pessoas que possuem coragem, dignidade e determinação suficientes para fazer algo em prol da humanidade, e da cultura, DEVEM ser reconhecidas e os motivos para isso, são tres: O primeiro é o fato do reconhecimento e a gratidão servirem como incentivo e motivação para que este COMENDADOR, lembrando que essa denominação traduz alguém de caráter e coragem diferenciados, por fazerem o bem e não apenas se preocuparem com seu próprio umbigo, se mantenham firmes em suas convicções e atitudes, buscando o melhor para todos. O segundo é que não é suficiente apenas agradecer. Deve-se também fazer com que sejam mostradas ao mundo como EXEMPLOS. Ao tornar público o mérito de um comendador, eles acabam por influenciar e despertar em outros seres humanos o desejo de contribuirem para a vida, para a defesa dos direitos aos seres vivos e a busca pela justiça e proteção aos mais fracos. E por último, não basta erguer o nariz com ar de nobreza e esquecer que ser comendador, antes, era para cuidar de terras e hoje, é para cuidar de pessoas e de ações”, é indiscutível que a somatória de forças é condição essencial para a vitória de qualquer batalha. A junção das virtudes de pessoas com o reconhecimento atribuido a um comendador, torna-se uma arma poderosa nos meios sociais, politicos e econômicos, na busca do bem estar da humanidade. 
    Enfim, poucas instituições no Brasil são legalmente autorizadas a dar comendas, por ser algo de enorme valor, e a ALG é uma dessas instituições. Acredito que ficou claro o significado de ser um comendador. Quão interessante seria se tivéssemos sobre a terra um grande número de COMENDADORES, o mundo com certeza seria bem melhor! 
    Estou muito orgulhosa e imensamente agradecida à Izabelle Valladares pela minha indicação ao Título de Comendadora pela ALG, desejo honrar e respeitar este Título a mim concedido!
    Comendadora Vanyr Carlla, vou indo...


Um comentário:

  1. Vanyr, sinto sincera alegria pelo seu sucesso pessoal e profissional, sei que você é merecedora de toda a honraria. Meu abraço fraterno e votos de muito sucesso e paz. Beijo

    ResponderExcluir