Pesquisar este blog

Seja bem vindo(a) ao Blog da Vanyr Carlla

A arte está em nós, devemos apenas deixá-la livre pra poder se expressar de alguma forma: escrevendo, pintando, desenhando, cantando, fotografando e até mesmo sonhando... ou seja, do jeito que tem que ser!















Loading...

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Saudades de você meu amor

           Eu e meu papai


PAI: Tem horas que pareço forte sem você aqui, mas de repente vem um desespero, uma angustia invade meu ser por sentir falta do senhor ao meu lado. Vou deixar aqui gravado a sua poesia, a que  lhe dediquei no meu primeiro livro e que ainda, com muita satisfação, todo orgulhoso mostraste a algumas pessoas. Graças a Deus que deu tempo do senhor ler e apreciar a dedicatória e ver ao menos uma poesia sua impressa e encadernada em um livro. Sentirei saudades eternas, e te amarei para todo o sempre, meu amor!
LEMBRANÇAS: Lembro de quando o senhor comprava sacos cheios de balas pra mim, ainda em Uruaçu quando eu tinha 5 aninhos, e entendia que a minha maior alegria não era chupar todas elas, e sim fazer chuva com elas enquanto as crianças vizinhas pegavam e brincavam pra pegar balas, a minha alegria era distribuir pra todos e não só pra mim, mas mesmo assim o senhor trazia sempre e nunca reclamou. E quando fui arrancar meus primeiros dentinhos, foram os quatro inferiores, o senhor que me levou e voltamos com mais balas pra eu distribuir, foi tão bom! 




Dedicatória: papai, você é minha fonte de amor e inspiração; a partir das suas poesias descobri meu maravilhoso dom de escrever como o senhor; deixarei aqui gravado um poema seu; muito obrigada papai meu, te amo demais!


Meu Jardim


Meu jardim tem lindas rosas,
Cravos, dálias tão mimosas.
Penso erguendo os olhos meus,
Como é grande o Senhor Deus!


Meu jardim tem lindas plantas,
Maravilhas tantas, tantas.
E de todas, um primor!
Digo, existe um criador.


Meu jardim tem lindas flores,
Azaléias e bom senhores.
Todas dignas de dar louvor,
Ao nosso grande criador.


Meu jardim tem passarinhos,
Que pupilam em seus ninhos.
Cada qual ao ver a luz,
Canta à glória de Jesus!




Hildebrando Carlos Rabelo
 Está na página 4, do livro "Sentindo Leveza - A Pureza nos Poemas"


Vanyr Carla, filha caçula de Hildebrando Carlos Rabelo; "A caçulinha do papai", como ele dizia. Eu nunca esquecerei e sentirei extremas saudades para o resto da minha vida!

Um comentário:

  1. Lindo poema, lindo depoimento de amor, muita luz Sr. hildebrando...
    "Qualquer dia amigo agente, vai se encontrar...!

    ResponderExcluir